Curitiba, 14 de dezembro de 2017

Adestramento

HISTÓRICO

 



A modalidade

 

O Adestramento ou Dressage, como é conhecido internacionalmente, é uma modalidade Olímpica do Hipismo e, dentre todas as manifestações esportivas da equitação, constitui o segmento mais clássico. Os seus princípios básicos são os pilares da Equitação Acadêmica e adotados por todas as demais disciplinas.

Essencialmente técnica, busca o desenvolvimento do cavalo, através de uma educação harmoniosa de modo a torná-lo um “atleta feliz”. Portanto, na própria conceituação pode-se depreender que a modalidade impõe uma cuidadosa ginástica progressiva e racional, associada a uma preparação mental do cavalo, de maneira que nas competições, o animal deve mostrar-se calmo, elástico, descontraído e flexível. Durante toda a apresentação deve passar ao espectador a imagem de um cavalo confiante, atento e impulsionado, demonstrando um perfeito entendimento com o seu cavaleiro.

No Adestramento, o CAVALO não é um instrumento ou objeto e, sim SUJEITO e, para ele todas as atenções devem convergir.

As provas são disputadas nos diversos níveis de dificuldades e de categorias, grupadas em faixas etárias. Podem ser realizadas a céu aberto ou em pistas fechadas, em um cercado de 20x60m, em piso de areia. Os competidores devem executar, de memória, movimentos perfeitamente definidos pelo Regulamento de Adestramento, numa sequência pré-estabelecida (reprise), nas três andaduras naturais (passo, trote e galope).

A alta qualidade da apresentação é constatada pela franqueza e regularidade das andaduras, pela leveza e facilidade dos movimentos. O cavalo dá a impressão de realizar os movimentos por sua própria vontade e responde de forma imediata e, até intuitiva, às solicitações do cavaleiro.

O grau de exatidão e correção na execução da prova é avaliado por três ou cinco juízes, distribuídos ao longo do cercado que delimita o picadeiro. Os árbitros julgam os movimentos dos concorrentes, atribuindo graus de 0 a 10, sendo vencedor, aquele que obtiver o maior percentual, resultante do somatório de todos os graus atribuídos pelos juízes.

Adestramento no Brasil

Com a evolução da cultura equestre no Brasil, o Adestramento passou a ter uma maior afluência, com o aumento significativo de praticantes. A participação de pessoas dedicadas à modalidade ao longo dos anos foi essencial para que o Adestramento crescesse e atingisse a estatura atual. Essa trajetória crescente e expressiva, está sendo possível graças a confiança que os proprietários, patrocinadores, criadores e entusiastas do esporte depositam na evolução da disciplina.

A CBH vem adotando uma política de intercâmbio com a vinda de juízes e treinadores de países mais desenvolvidos na modalidade, que através de cursos e participações na arbitragem dos eventos, tem propiciado um rápido desenvolvimento de nossos conjuntos a nível competitivo e de alta performance.

No âmbito internacional, por ocasião dos Jogos Pan Americanos de 2007, realizados no Rio de Janeiro, o Brasil conquistou a medalha de bronze, qualificando-se, por via de consequência, para os Jogos Olímpicos de 2008, realizados em Hong Kong. Pela primeira vez na história do Hipismo, o Brasil qualificou uma equipe para participar do evento maior do Adestramento mundial.

A nível nacional, o Adestramento tem uma intensa programação que se desenvolve durante o ano desportivo, nos diversos centros onde se pratica a modalidade. Os eventos são coordenados e supervisionados pela CBH e organizados pelas Federações Estaduais e Comissão de Desportos do Exército.

Os Concursos de Adestramento Nacional(CAN) estão organizados em Séries e Categorias. As Séries Elementar, Preliminar, Média I, Média II, Forte I são disputadas pelas Categorias Sênior, Amador e Profissional e as Séries Forte II e Especial pelas Categorias Sênior e Sênior Top, respectivamente. As Categorias Mini-Mirim, Mirim, Junior, Jovens Cavaleiros, Pôneis Mini- Mirim e Mirim e Cavalos Novos de 4, 5 e 6 anos são categorias exclusivas e concorrem em separado. Anualmente são programados e organizados os Campeonatos Brasileiros e a Taça Brasil, bem como o Campeonato Brasileiro de Ranking para todas as Séries e categorias.

*Texto por Coronel Salim Nigri – juiz internacional de Adestramento.